Vanessa Molleri

EUSÓACEITOACURA – GUERREIRA EDNILVA !

EUSÓACEITOACURA – GUERREIRA EDNILVA !

COMPARTILHAR
, / 344 0

Meu nome é Ednilva Araújo, tenho 28 anos, mineira, uma menina/mulher que vive intensamente cada segundo de sua vida, sempre rodeada da família maravilhosa e seus amigos fiéis. “Nascida em berço de ouro”.
Isto porque, nascida com origem na moralidade e bons princípios, criada por dois seres exemplares, tudo que tenho de mais valor, pai e mãe, que são os meus ouros!
Escolhi como profissão, a Fisioterapia Neonatal. E todos os dias, por mais que surjam as dificuldades e os obstáculos, assim como, ser Diagnosticada com um Câncer, termino o dia, com a sensação de que nasci pra isso, cuidar, e vencer os obstáculos que me foram confiados. Sou agraciada pelos amigos que tenho. É muito bom poder ajudar e receber ajuda, sem qualquer interesse, e/ou sem qualquer obrigação, por isso são meus motivos de plena felicidade.
30/06/2014, pode não significar muito para ti, para mim também não significava, mas hoje é um dia que fala sobre mim, CÂNCER, é uma palavra difícil de ouvir, imagina você viver, data esta a qual fui diagnosticada com um “Carcinoma Medular de Tireoide”. (um câncer raro) CMT ocorre de forma esporádica, assim como no meu caso. (14 nódulos, sendo 11 malignos comprimindo as cordas vocais), com inflamações na medula espinhal.
No intervalo de 1 ano e meio em tratamento, surge um novo Câncer de mama Triplo negativo, com ele surgindo outras “pedrinhas”, DSR-distrofia simpático reflexa, mielite, estenose aórtica, Glaucoma Agudo de ângulo estreito, no olho esquerdo, que apesar de menos freqüente é simplesmente devastador, com perda súbita da visão. Hoje, ainda passando pelo processo, tenho apenas que agradecer a Deus, pois a vida te mostra o que realmente é viver, e coloca apenas anjos para lhe abençoar. Mesmo diante as dificuldades, com reações de diversos medicamentos, momento algum pensei em desistir, que essas palavras sejam de sensibilização, para lembrar o quanto ainda estamos longe do lugar certo, mas que seguimos no bom caminho.
É fundamental mudar a maneira como olhamos para o CÂNCER.
É uma doença grave?Sim, é! É uma doença difícil? Muito!
É uma sentença de morte? Não!
Todos corremos risco de morrer, ou não estivéssemos todos vivos.
Entendi que é sob pressão que encontramos caminhos para fazer a dificuldade uma aliada para nos aplaudir em nossas vitórias.
Desde já, quero agradecer minha amiga linda, Vanessa, essa Musa maravilhosa, a qual Deus me presenteou, para que juntas, possamos ajudar as pessoas que estão passando por esta luta.
Lembre-se, Deus é maior e cada dia é uma nova vitória. O meu amor por Ele, que é a base de tudo.
Rogo à Deus diariamente, para que Ele me de sabedoria necessária para que eu cumpra minha missão aqui.

 

 

Deixe seu Comentário

Seu e-mail não será publicado.