Vanessa Molleri

,

 

 

 
💞 O amor próprio é muito importante nas nossas vidas, mas é algo complexo e deve ser exercitado todos os dias de diferentes maneiras. Para isso devemos nos respeitar, compreender a nós mesmos, valorizar-nos e saber dizer não a tudo aquilo que fere quem somos.
💞O respeito envolve saber seus limites, o que é realmente possível em cada momento da sua vida e respeitar o que você realmente quer. Claramente não somos as mesmas pessoas de dez anos atrás, por isso nossa capacidade e nossas vontades modificam, precisamos entender o que cada momento da nossa vida nos pede e nos permite. Também fica um pouco difícil de estabelecer objetivos quando queremos escalar um prédio de 20 andares, mas nosso corpo não aguenta subir dois andares pelas escadas, não é? Acima de tudo devemos respeitar o que é uma vontade nossa ou uma vontade do outro, o que eu quero fazer e faz sentido pra mim. E se algo não for uma vontade, nem uma necessidade minha EU DIGO “NÃO”!!!
💞Para se respeitar é importante entender cada momento pelo qual você passou, perdoar seus erros e valorizar suas conquistas. Tantas coisas que você fez para chegar até aqui merecem ser valorizadas e enaltecidas. Cada coisa que você viveu foi o que formou a pessoa que você é hoje, portanto agradeça a si mesma por cada passo dado, cada erro e cada conquista. Se entender é um ótimo caminho para ficar em paz consigo mesma e se amar.

😍Quer falar um pouco mais sobre o amor próprio e o autoconhecimento?
Esperamos vocês de braços abertos todas as terças-feiras no Grupo de Apoio do Espaço Câncer com Alegria.

👩🏻‍💼Psicóloga Amanda Saraiva
CRP 12/16757

 

,

Olá;

Hoje vou dar uma dica super gostosa.

Um livro muito fofo e super gostoso de ler. A escritora é uma mulher linda, guerreira, com uma história lindaaa… que nos inspira a vivermos com mais amor, com mais intensidade, e lembrando a valorizarmos cada dia de nossas vidas.

 

 

De uma forma leve e descontraída SE TIVER UMA CHANCE REINVENTE – SE , fala sobre o câncer de mama e como a autora , Ana Cláudia, enfrentou esse período com leveza mesmo passando por três cirurgias. Como foi sua experiência e o que mudou depois. Dicas do que fazer e como agir se estiver passando por isso , se convive com alguém próximo , ou simplesmente se encontrar alguém na rua. Você vai rir , se emocionar e se encantar! No livro há vários relatos de humanidade, no sentido amplo e estrito da palavra, humildade, sinceridade, coragem e amizade.
Toda renda obtida com a venda do livro está sendo doada ao Projeto Laços de Vida.

Caso você tenha interesse em ajudar acesse o link: bit.ly/SeTiverUmaUmaChanceReinvente-se e adquira o livro. Em Itajaí: Livrarias Curitiba
Contato com a autora : setiverumachance@gmail.com

 

,

 

 

 

Existem pessoas que querem ajudar ou mudar as pessoas em sua volta, como a família, os amigos… querem abraçar o mundo! Não é? E acabam se sentindo responsáveis por todos e por tudo…

  • Quando não temos os resultados que queremos, entramos em sintonia com sentimentos de ansiedade, angústia, irritabilidade, e outros sentimentos  que nos geram aflições, nos tirando o foco dos nossos objetivos;
  • Podemos e devemos ajudar o próximo, mas sempre que ele permitir e aceitar nossa ajuda;
  • Tenha a compreensão de quando alguém fala coisas ruins para você, isso não é da sua responsabilidade, perdoe logo, filtre, não acumule mágoas e lembre-se você não é responsável pelas as palavras dos outros, então o que ele fala não é seu;
  • Compreenda também que cada pessoa tem um jeito, por mais que você veja algo errado, entenda que essa pessoa está no momento dela e não no seu;
  • Não se responsabilize por atos, erros, ideias, crenças, ações, palavras … que não são suas, apenas respeite porque não é da sua responsabilidade o que vem do outro;
  • Quando temos essa consciência do que é ou não nosso, começamos a ter mais compreensão e não carregamos mais aquele peso que não é nosso;

 

Verifique-se do que é da sua responsabilidade e não carregue o mundo nas suas costas! Ok?

Bjs de luz!

 

,

 
TRISTEZA OU DEPRESSÃO?  🤔

É comum em um momento de muita tristeza se perguntar se você não está tendo um quadro de depressão. A depressão é uma doença cada vez mais comum e que afeta muitas pessoas no mundo.

Porém existem grandes diferenças entre a depressão em si e o sentimento de tristeza.

💔 A tristeza afeta todos nós, acontece trazendo a falta de alegria, desânimo e vontade de chorar, mas ela sempre tem um motivo ou razão, e vai embora mais cedo ou mais tarde, sendo substituída por outros sentimentos.

🖤 A depressão já é bem mais complexa, ela tem como sintoma a tristeza, a falta de prazer em realizar qualquer atividade que antes lhe trazia alegria, falta de vontade de fazer as coisas, aumenta ou perda do apetite, muito sono ou insônia, dentro outros sintomas. Além disso essa permanece constante por algumas semanas e até meses, podendo em alguns casos ficar para o resto da vida.
🤓🧐 Por isso é importante entender como você se sente e procurar ajuda profissional. Um psicólogo ou psiquiatra pode te ajudar a entender melhor o momento que você está passando e identificar se existe ou não a depressão, te ajudando a passar por esse momento da melhor forma.
💞 Se você sentir que precisa falar sobre isso, procure nosso grupo de apoio! Estamos de braços abertos todas as terças-feiras, às 18:30.

👩🏻‍💼Psicóloga Amanda Saraiva
CRP – 12/16757

 

 

,

A dica aqui é para quem tem o cabelinho curto porque acha lindooo mas não sabe como arrumar, e para as mulheres que estão vibrando com os cabelos novos pós quimio que estão crescendo e as deixando  loucaaaassss…

Tenha sempre em casa, ou leve quando for viajar, tiaras, faixas, lenços, gel, mousse, spray, grampinhos… e vamos lá! Com essas fotos vocês vão se inspirar e muito.

 

 

 

 

Bjs de luz!